Shoe Committee

ModaLisboa - Legacy

PortuguesesCelia VenturaComment

Entre hoje e 12 de Outubro, na passerelle instalada no Pátio da Galé, iremos descobrir como se relaciona a criatividade nacional entre os setores do calçado e do vestuário. Numa relação que a cada ano se torna mais sedimentada, serão várias as marcas de calçado portuguesas que se desdobraram entre parcerias criativas, para construir projetos que mostram ao público as novidades e tendências do próximo verão.

Alexandra Moura x Goldmud Dino Alves x J Reinaldo Lidija Kolovrat x Eureka Miguel Vieira x Evereste Nuno Gama x Eureka Pedro Pedro x Basilius Ricardo Preto x Clay’s Say My Name x Xperimental Shoes Valentim Quaresma x Fly London

Associar qualidade de produção à criatividade, tem sido um contributo essencial ao crescimento do setor de calçado nacional. As marcas sabem que fomentar uma linguagem criativa reforça identidade e que o mercado procura na singularidade o valor adicional que poderá distinguir um produto.

O calçado nacional em números: A indústria portuguesa de calçado exporta mais de 95% da sua produção para 150 países nos cinco continentes, o equivalente a 75 milhões de pares de calçado, no valor de 1.800 milhões de euros (em 2013 atingiu máximo histórico, crescendo 8% face ao ano anterior).